Hepatologia

A hepatologia é a especialidade que previne, trata e acompanha as doenças relacionadas ao fígado, um importante órgão sem o qual os seres humanos não podem viver. O médico hepatologista é responsável por acompanhar pacientes com doenças como cirrose, hepatites virais (A, B, C, D e E), hepatite alcoólica e medicamentosa, esteatose hepática (fígado gorduroso), insuficiência hepática, entre outras.

Hepatologia do Grupo Leforte

Os especialistas em hepatologia do Grupo Leforte atendem em locais estratégicos da grande São Paulo e contam com o suporte das Clínicas e Diagnósticos e dos Centros de Tratamentos para o diagnóstico, procedimentos terapêuticos e acompanhamento dos pacientes. O Centro de Transplantes oferece todo o apoio multidisciplinar aos pacientes que necessitam de transplante de fígado.

Equipe
Médicos especialistas em hepatologia.
Localização
Locais estratégicos na grande São Paulo
Atendimento
Equipe multidisciplinar para cuidar da sua saúde
Convênios
Atende convênios e particular.
Exames
Centro de diagnósticos do Grupo Leforte
Tratamentos
Centro de Transplantes

Agende consulta com um especialista em hepatologia

Doenças frequentes na hepatologia

A cirrose é uma doença crônica que ocorre quando células do fígado sofrem danos, causando o surgimento de cicatrizes e fibroses no tecido do órgão. Esse processo pode ser causado por diversos motivos, entre eles o consumo excessivo de álcool, hepatite viral crônica (B, C e D), fígado gorduroso, entre outras. Os sinais e sintomas da cirrose podem ser:

Fadiga;
Náusea;
Perda de peso;
Inchaço no abdômen e pernas, pés ou tornozelos;
Olhos e pele amarelados (icterícia);
Urina com coloração escura;
Desconforto abdominal;

A encefalopatia hepática é a perda da função cerebral, que acontece quando um fígado danificado não remove as toxinas do sangue. A encefalopatia hepática pode acontecer em quadros de hepatite aguda e, mais normalmente, por uma doença crônica do fígado. Os sinais e sintomas podem ser:

Desorientação;
Confusão mental;
Mudanças na personalidade e no humor.

A esteatose hepática, popularmente conhecida como “fígado gorduroso”, ocorre quando há o acúmulo de células de gordura nas células do fígado. Se não tratada, a doença pode provocar uma inflamação capaz de evoluir para quadros mais graves, como cirrose e câncer. O transplante de fígado, inclusive, pode ser necessário nas situações mais críticas. Os sinais e sintomas da esteatose hepática podem ser:

Desconforto no abdômen;
Fraqueza;
Cansaço;
Aumento do fígado;
Barriga inchada.

A icterícia, apesar de não ser uma doença, é um sintoma tratado pela área da hepatologia. Ocorre quando há uma concentração aumentada de bilirrubina (substância amarelada que é encontrada na bile, fluído produzido pelo fígado), deixando a pele e olhos amarelados. É um importante sinal de doenças hepáticas, como cirrose e hepatite. Os sinais e sintomas mais comuns da icterícia são:

Pele amarela;
Olhos amarelos na parte que normalmente é branca;
Coceira pelo corpo;
Urina escura e fezes claras;
Dor na barriga;
Cansaço.

A hepatite é a inflamação do fígado, que pode ser causada por vírus (hepatite A, B, C, D ou E), consumo excessivo de álcool e uso exagerado de determinados medicamentos que sobrecarregam o órgão. A doença pode ser aguda, com duração de pouco tempo, ou crônica, quando persiste por pelo menos seis meses. Geralmente, a hepatite não provoca sinais e sintomas, mas quando existem, podem ser:

Cansaço;
Febre;
Tontura;
Náuseas e vômitos;
Fezes claras;
Urina escura;
Dor abdominal;
Pele e olhos amarelados (icterícia).

A insuficiência hepática é uma grave perda da função do fígado, que pode ser aguda, afetando rapidamente o órgão, ou crônica, que apresenta um desenvolvimento mais lento. Assim como em outras doenças hepáticas pode ser consequência da hepatite viral, cirrose, excesso de medicamentos, entre outros. Os sinais e sintomas da insuficiência hepática podem ser:

Pele e olhos amarelados (icterícia);
Cansaço;
Fraqueza;
Perda de apetite;
Tendência à formação de hematomas e sangramentos;
Acúmulo de líquido no abdômen.

Agendamento e locais de consultas de hepatologia no Grupo Leforte

O Grupo Leforte tem uma equipe de hepatologia que atendem em diferentes unidades, localizadas em pontos estratégicos e de fácil acesso na grande São Paulo.

Clínica e Diagnósticos Leforte Alphaville

Alameda Araguaia, 943, Loja 02/03 – Barueri – SP
Call center: (11) 3345-2288

Clínica e Diagnósticos Christóvão da Gama

Rua Guilherme Marconi, 440, Santo André
Call center: (11) 4993-3773

Hospital Leforte Liberdade

Rua Barão de Iguape, 209 – Liberdade – São Paulo - SP
Call center: (11) 3345-2288

Centros de referência para diagnóstico e tratamento em hepatologia do Grupo Leforte

O Grupo Leforte está preparado para oferecer soluções de investigação e de monitoramento de doenças aos seus médicos e pacientes, possuindo certificações nacionais e internacionais, como a ONA e a canadense de excelência Qmentum International, nível diamante. As unidades do Centro de Diagnósticos contam com atendimento humanizado e parque tecnológico moderno, seguindo rigorosos controles de qualidade.

Para oferecer uma solução completa de diagnóstico, o Grupo Leforte é parceiro do Laboratório Delboni para exames de análises clínicas e do Laboratório Salomão Zoppi para exames de análises patológicas.

É o líder no Brasil em transplantes de rim, fígado e, nos últimos três anos, o mais ativo do mundo em transplantes de pâncreas. O Centro de Transplantes do Grupo Leforte possui uma equipe multidisciplinar com ampla experiência em cirurgias de alta complexidade do aparelho digestivo, incluindo as oncológicas, transplantes de fígado, pâncreas, pâncreas-rim e rim.

Newsletter

Cadastre seu e-mail e fique por dentro do que acontece no Leforte

Testemunhos

Gostaríamos de agradecer ao Dr Pierry Louys Batista, em nome de todos os pediatras, toda equipe assistencial, de atendimento, segurança, higiene e do laboratório Delboni, pois percebemos que houve a verdadeira hospitalidade que todos falam, mas poucos exercem: a de fora dos livros.

Gustavo Ambrósio Tenório

Equipe de enfermagem muito bem preparada, atenta e disponível para qualquer chamado. Muito educada e cordial também, por exemplo, sempre ao entrar no quarto os enfermeiros avisavam meu pai que a luz seria acesa, não acendendo diretamente na “cara” da pessoa, que estava despreparada.

Antônio Rafael de Carvalho
banner

Agende sua consulta agora