Dia Mundial de Combate ao Câncer: especialista alerta sobre as consequências da pandemia da Covid-19 como o aumento no número de casos de câncer não diagnosticados

De acordo com estimativas do Instituto Nacional de Câncer (INCA), o Brasil registrou 625 mil novos casos de câncer em 2020. O número é 28% superior a 2010 e deve aumentar ainda mais na próxima década.

Mas o cenário pode ser ainda mais crítico, diante do adiamento de exames e consultas por parte dos pacientes, em razão da pandemia de Covid-19. O alerta é feito pelo Dr. Ricardo Antunes, coordenador de Cirurgia Oncológica do Grupo Leforte e presidente da Sociedade Brasileira de Cancerologia (SBC).

“Por receio de contaminação pelo Coronavírus, homens e mulheres que poderiam ter os seus casos diagnosticados no início estão adiando suas consultas e exames de rotina, fundamentais para a detecção de tumores ainda no início. Com isso, no futuro próximo, além de sobrecarregar todo o sistema de saúde, esses pacientes terão suas chances de cura muito reduzidas”, afirma Antunes.

Como resultado, lembra o especialista, a doença cresce de maneira alarmante não só no Brasil, mas no mundo. De acordo com análises epidemiológicas, o número de casos novos deverá aumentar em 50% nas próximas duas décadas. A estimativa é que em 2030 existam 21 milhões de novos diagnósticos e 14 milhões de mortes ao redor do planeta decorrentes do câncer, em função do envelhecimento da população, mudanças de hábitos, estilo de vida e exposição a fatores de risco como tabagismo, alcoolismo, sedentarismo, nutrição inadequada, exposição solar intensa, HPV, entre outros aspectos do mundo contemporâneo.

Conheça nosso Centro de Tratamento em Oncologia

 

Prevenção é fundamental, apesar da Covid-19

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), aproximadamente 50% dos cânceres podem ser prevenidos. No mesmo sentido, a detecção precoce e o tratamento adequado garantem maior chance de cura.

Existe grande variação na magnitude e nos tipos de câncer entre as diferentes regiões do Brasil. No Sul e Sudeste, predominam os cânceres de próstata e mama, bem como o de pulmão e de intestino. A região Centro-Oeste, apesar de semelhante, incorpora o câncer do colo do útero e o de estômago entre os mais incidentes. Nas regiões Norte e Nordeste, a incidência do câncer de colo do útero e de estômago tem impacto importante.

Para Antunes, aqueles pacientes que optaram por adiar a ida ao médico devem retomar o mais rápido possível as consultas e exames preventivos. “As instituições de saúde estão preparadas para esse atendimento, com protocolos rígidos, que preveem ambientes e fluxos separados para pacientes de Covid-19 e outros casos. Não há motivo para correr o risco de um diagnóstico tardio, que influencia drasticamente no tratamento de qualquer tipo de tumor.”

 

Fluxos separados

Desde o início da pandemia, o Grupo Leforte se preparou para atender os seus pacientes, estabelecendo fluxos, equipes e áreas separadas para atendimento de pacientes com ou sem Covid-19. Isso possibilitou a manutenção de consultas, exames e cirurgias de outros casos, sem necessidade de interrupção.

No caso de pacientes oncológicos, os atendimentos ambulatorial e de quimioterapia foram transferidos para as unidades avançadas do Oncologia Leforte, em Alphaville, Higienópolis e Osasco, fora do ambiente hospitalar. Além disso, foram alterados os fluxos para os atendimentos oncológicos nas Clínicas e Diagnósticos do Grupo, localizadas na Liberdade, Morumbi e Santo André. Outros procedimentos, como troca de cateteres, por exemplo, estão sendo realizados (em alguns casos) com atendimento residencial.

Saiba mais sobre nossas medidas se segurança aqui

 

Centro de Saúde da Mulher e Oncologia Leforte

O Oncologia Leforte ainda contempla os núcleos de atendimento que atuam nas áreas de oncologia clínica, oncologia pediátrica, onco-hematologia, cirurgia oncológica (incluindo Cirurgia Robótica), além do SADT oncológico e radioterapia nos hospitais Liberdade, Morumbi e Santo André, além das clínicas avançadas em Higienópolis, Alphaville e Osasco. Saiba mais aqui.

O Grupo Leforte também possui uma infraestrutura completa para o atendimento ao público feminino. Na linha de prevenção e consultas ambulatoriais, as unidades Liberdade, Morumbi e Christóvão da Gama contam com o Centro de Saúde da Mulher que – em ambiente reservado, respeitando a privacidade feminina – oferece diagnóstico, tratamento e prevenção de doenças em todas as fases da vida, da puberdade à menopausa.

O Centro conta com equipe multidisciplinar e dispõe de equipamentos para realizar qualquer tipo de exame como mamografias, colposcopias, além de outros. Clique aqui e saiba mais.

 

Agende uma consulta com especialista em oncologia

 

Dr. Ricardo Antunes é coordenador da cirurgia oncológica do Grupo Leforte e presidente da Sociedade Brasileira de Cancerologia (SBC).

 

 

Locais e horários de atendimento
Clínica e Diagnósticos Leforte Liberdade
Rua da Glória, 676 – Liberdade
Segunda-feira: 11h às 12h30
Terça-feira: 10h às 12h
Agendamento: (11) 98010-3000

Oncologia Leforte Higienópolis
Avenida Angélica, 2503 – Higienópolis
Agendamento: (11) 96435-9489
Segunda-feira: 13h às 15h
Terça-feira: 12h às 13h
Quinta-feira: 12h às 13h

Oncologia Leforte Alphaville
Av. Copacabana, 112 – Barueri – SP
Agendamento: (11) 96435-9489
Quarta-feira: 10h às 14h

 

Conteúdos relacionados no site do Grupo Leforte

 

Este conteúdo é meramente informativo e educativo, sendo destinado para o público em geral. Ele não substitui a consulta e o aconselhamento com o médico e não deve ser utilizado para autodiagnóstico ou automedicação. Se você tiver algum problema de saúde ou dúvidas a respeito, consulte um médico. Somente ele está habilitado fazer o diagnóstico, a prescrever o tratamento mais adequado para cada caso e acompanhar a evolução do quadro de saúde do paciente.
Testemunhos

Gostaríamos de agradecer ao Dr Pierry Louys Batista, em nome de todos os pediatras, toda equipe assistencial, de atendimento, segurança, higiene e do laboratório Delboni, pois percebemos que houve a verdadeira hospitalidade que todos falam, mas poucos exercem: a de fora dos livros.

Gustavo Ambrósio Tenório

Equipe de enfermagem muito bem preparada, atenta e disponível para qualquer chamado. Muito educada e cordial também, por exemplo, sempre ao entrar no quarto os enfermeiros avisavam meu pai que a luz seria acesa, não acendendo diretamente na “cara” da pessoa, que estava despreparada.

Antônio Rafael de Carvalho
banner