Internação

O Grupo Leforte possui três unidades hospitalares localizadas nas regiões da Liberdade, Morumbi e Santo André. Confira aqui, as orientações sobre o processo de internação.

O Grupo Leforte dispõe de uma infraestrutura completa para a internação hospitalar dos pacientes que precisam passar por algum procedimento cirúrgico, oferecendo leitos tanto em enfermaria quanto quartos individuais em três diferentes unidades – o Hospital Leforte Liberdade, o Hospital Leforte Morumbi e o Hospital Maternidade Christóvão da Grama, Em todos eles, o paciente conta com uma equipe multidisciplinar altamente capacitada que trabalha e forma integrada para prestar todos os cuidados de saúde necessários. Além disso, antes de ser internado, ele tem à disposição o teste diagnóstico para verificar se está ou não infectado pelo novo Coronavírus. O teste, que é gratuito, reforça as medidas adotadas pelo Grupo Leforte desde o início da pandemia de Covid-19 para aumentar a segurança dos pacientes e das equipes de saúde nas unidades hospitalares.

Documentação necessária

  • RG ou documento com foto do paciente;
  • Para menor de idade, também RG ou documento com foto do responsável;
  • Cartão do convênio;
  • Pedido do médico com carimbo e CRM;
  • Termo de ciência e consentimento fornecido pelo hospital assinado;
  • Exames prévios necessários para realizar a intervenção agendada;
  • Qualquer outra documentação necessária previamente informada.

Fluxo de cirurgia segura

  • O critério para realização do exame de diagnóstico para a Covid-19, é da equipe médica e do paciente;
  • Caso seja decidido que a coleta para o exame será feita, o paciente é contatado para agendar e realizar o exame em uma das unidades ambulatoriais do Grupo quatro dias antes da cirurgia;
  • Caso o resultado do exame seja positivo, a equipe médica será contatada para avaliar a necessidade de reagendar o procedimento e para orientações sobre cuidados ao paciente.
  • Essas e outras informações importantes para a internação são passadas ao paciente por telefone pela área de agendamento cirúrgico e reforçadas por e-mail;
  • Os hospitais do Grupo Leforte possuem unidades de internação e UTIs separadas e estão preparadas para receber pacientes com ou sem Covid-19;
  • A circulação de acompanhantes e visitantes é mantida restrita dentro das unidades do Grupo Leforte.

Medicamentos e pertences

  • Adornos, como brincos, colares, pulseiras, relógios e piercings devem ser retirados previamente;
  • Deve-se evitar levar bens de valor para o hospital, só o que for necessário;
  • Levar roupas confortáveis e fáceis de vestir e chinelos;
  • Levar os medicamentos de uso contínuo que estiver utilizando;
  • Próteses dentárias removíveis devem ser retiradas antes do procedimento.

No dia da cirurgia:

  • Compareça no mínimo 3 horas de antecedência do horário previsto da cirurgia, com acompanhante no setor de internação;
  • Na internação, apresente os documentos pessoais do paciente e do acompanhante, carteira do convênio, os termos de consentimento entregues pelo cirurgião (devidamente assinados), além de todos os exames pré-operatórios, e pertences pessoais (incluindo meias e cintas cirúrgicas se indicado pelo seu médico). Os exames pré-operatórios e pertences pessoais serão entregues para a equipe de enfermagem;
  • É aconselhável a presença de um acompanhante para o período da internação, e importante no momento da alta;
  • Pacientes cirúrgicos são encaminhados para unidade específica para admissão e preparo para o procedimento, denominada “Pré cirúrgico”. A acomodação definitiva é realizada após solicitação de alta da unidade de recuperação anestésica. Para conforto de nossos pacientes, neste ambiente é permitida a permanência de apenas um acompanhante;

Cuidados pós-operatórios:

  • Siga todas as recomendações de seu médico no pós-operatório;
  • O curativo estéril é colocado na sala cirúrgica e permanece por tempo determinado pelo cirurgião. Deve ser mantidos limpos e secos. Se for necessário trocá-lo, higienize suas mãos com água e sabão ou álcool em gel. Para nós do Grupo Leforte, é uma satisfação cuidar com carinho da sua saúde.

Como é feito o fluxo de internação hospitalar no Grupo Leforte

Depois que o médico determinar que o paciente precisa de algum procedimento que necessite de internação e ele for agendado, aguardar o contato prévio em até 48 horas da data agendada, que será feito pela equipe do médico ou pelo setor de agendamento cirúrgico, que orientará sobre o procedimento e os horários de internação.

É importante levar a documentação necessária e ter observado todas as recomendações do médico, como a realização de jejum pelo tempo que ele estipulou.

Centro cirúrgico

Os hospitais do Grupo Leforte possuem moderno centro cirúrgico e têm a disposição equipamentos de última geração, inclusive para realizar cirurgias minimamente invasivas e robóticas:
  • Tecnologia robótica – Da Vinci Surgical System.
  • Tecnologia 3D de altíssima definição amplia em até 10 vezes a imagem, com profundidade, perfeita nitidez e acurado contraste de cores.

UTI

Os três hospitais do Grupo Leforte possuem UTI (unidade de tratamento intensivo), que atende adultos e crianças para cuidar dos casos que precisem de atenção especial.
  • No Hospital Maternidade Christóvão da Gama também há uma UTI neonatal, especializada no suporte aos bebês recém-nascidos que precisem desse atendimento, como no caso dos bebês prematuros.

Onde o serviço é oferecido

Rua Barão de Iguape, 209 – Liberdade – São Paulo – SP
Tel.: (11) 3345-2000

Rua dos Três Irmãos, 121 – Morumbi – São Paulo – SP
Tel.: (11) 3723-4700

Rua Dr. Erasmo, 18 – Vila Assunção – Santo André – SP
Tel.: (11) 4993-3700

Endereço: Av. Washington Luís, 3085 – Santo Amaro – São Paulo – SP
Horário de funcionamento: de segunda a sábado, das 7h às 19h. Domingos e feriados, atendimentos nas unidades Hospital Leforte Morumbi e Hospital Maternidade Christóvão da Gama.

Testemunhos

Gostaríamos de agradecer ao Dr Pierry Louys Batista, em nome de todos os pediatras, toda equipe assistencial, de atendimento, segurança, higiene e do laboratório Delboni, pois percebemos que houve a verdadeira hospitalidade que todos falam, mas poucos exercem: a de fora dos livros.

Gustavo Ambrósio Tenório

Equipe de enfermagem muito bem preparada, atenta e disponível para qualquer chamado. Muito educada e cordial também, por exemplo, sempre ao entrar no quarto os enfermeiros avisavam meu pai que a luz seria acesa, não acendendo diretamente na “cara” da pessoa, que estava despreparada.

Antônio Rafael de Carvalho
banner