Nefrologia

A nefrologia é a especialidade médica que estuda e trata das doenças do sistema urinário, especialmente do rim. Entre as atividades de um médico nefrologista está o diagnóstico e tratamento de infecções urinárias, pedras no rim, doenças renais, e nefrite. A nefrologia também acompanha o tratamento do transplante renal, da hemodiálise, procedimento que limpa e filtra o sangue do corpo, e da diálise peritoneal, uma terapia que filtra o sangue, removendo toxinas e excesso de água.

Nefrologia do Grupo Leforte

Os especialistas em nefrologia do Grupo Leforte atendem em locais estratégicos da Grande São Paulo e contam com o suporte das Clínicas e Diagnósticos e dos Centros de Tratamentos para o diagnóstico, procedimentos terapêuticos e acompanhamento dos pacientes.

Equipe
Médicos especialistas em nefrologia.
Localização
Locais estratégicos na Grande São Paulo.
Atendimento
Equipe multidisciplinar cuida da sua saúde.
Convênios
Atende convênios e particular.
Exames
Centro de Diagnósticos do Grupo Leforte.
Tratamentos
Centros de tratamento para a saúde completa.

Agende consulta com um especialista em nefrologia

Doenças frequentes na nefrologia

Também conhecido popularmente por “pedras no rim”, os cálculos renais são massas rígidas que se formam nos rins e que podem passar para o canal urinário. Os sinais e sintomas de cálculos renais podem ser:

Dor intensa na lombar que migra para outras áreas;
Dor na parte inferior do abdômen;
Dor ou sensação de queimação ao urinar;
Urina com coloração diferente, como vermelha ou marrom;
Urina turva ou com mau cheiro;
Aumento de frequência para urinar;
Náusea a vômitos;
Febre e calafrios quando há infecção.

O tipo mais comum é o carcinoma de células renais (CCR), mas há outro tipo, o tumor de Wilms, que é mais frequente em crianças. Entre 2 a 3% dos cânceres em adultos são de rim, sendo que ele afeta cerca de 50% mais homens do que mulheres. Geralmente, é assintomático até que fique muito grande ou tenha metástase, mas alguns sinais e sintomas do câncer de rim podem ser:

Dores na lombar;
Sangramento urinário;
Hipertensão arterial de difícil controle;
Emagrecimento;
Febre;
Sudorese.

Embora o diabetes seja uma doença tratada pelo médico endocrinologista inicialmente, ela é uma das principais causas de perda dos rins de pacientes no Brasil e no mundo. Mais de 25% das pessoas com diabetes tipo 1 e de 5 a 10% das pessoas com diabetes tipo 2 desenvolvem insuficiência renal. Então, é muito importante que pessoas com essas doenças sejam avaliadas periodicamente pelo médico nefrologista. Alguns sinais e sintomas do diabetes podem ser:

Mais sede que o habitual;
Maior vontade de urinar;
Perda de peso repentina;
Perda de massa muscular;
Cansaço excessivo;
Dificuldade para cicatrização de feridas.

É a diminuição lenta ou progressiva da capacidade de os rins filtrarem os resíduos do sangue. Isso pode durar meses ou anos. As principais causas da doença renal crônica e da perda dos rins de pacientes no Brasil e no mundo são diabetes e pressão arterial alta. Então, é muito importante que pessoas com essas doenças sejam avaliados periodicamente pelo médico nefrologista. Geralmente ela é assintomática, mas os sinais e sintomas de insuficiência renal crônica podem ser:

Vontade de urinar durante a noite;
Perda de sensação;
Fadiga;
Náusea;
Coceiras;
Dificuldade em respirar;
Espasmo muscular;
Cãibra;
Pele amarelo-castanha.

Distúrbio hereditário, a doença renal policística ocorre quando vários cistos (nódulos com líquido dentro) se formam nos rins, que aumentam de tamanho e têm menos tecidos em funcionamento. Muitas vezes é assintomática, mas os sinais e sintomas de doença renal policística podem ser:

Dor lateral no abdômen;
Sangue na urina;
Hipertensão arterial;
Cólica causada por cálculos renais.

É um tipo de doença renal crônica na qual os rins não conseguem mais efetuar as funções principais, que são filtrar toxinas e dejetos do sangue, manter o equilíbrio de líquidos no organismo e produzir alguns hormônios. Pode ser crônica (lenta, progressiva e irreversível) ou aguda (súbita). É geralmente assintomática, mas alguns sinais e sintomas de insuficiência renal podem ser:

Falta de apetite;
Cansaço;
Palidez;
Inchaços nas pernas e tornozelos;
Aumento da pressão arterial;
Inchaço ao redor dos olhos;
Pele seca e irritada;
Alteração dos hábitos urinários;
Urina com sangue ou espumosa.

A infecção do trato urinário (ITU) pode ser causada por vírus, fungos, parasitas e bactérias, que é o agente infeccioso mais comum. As mulheres são mais afetadas por causa da extensão menor da uretra e pela proximidade entre vagina e ânus. Quando acomete o trato urinário baixo, é chamada de cistite. Quando afeta o trato urinário superior, é chamada de pielonefrite. A infecção do trato urinário é assintomática em alguns casos, mas os sinais e sintomas cistite podem ser:

Urgência ao urinar;
Dor ao urinar;
Aumento na frequência em urinar;
Dor na parte inferior do abdômen.

os sintomas da pielonefrite podem ser:

Febre alta (maior que 38ºC);
Calafrios;
Dor lombar.

A nefrite é uma síndrome que acontece quando há uma inflamação no rim, o que pode ter diversas causas, como excesso de medicamento e infecções por bactérias e vírus. É possível que a nefrite seja aguda, quando surge de forma súbita, ou crônica, quando se desenvolve de forma gradual. Os sinais e sintomas de nefrite podem ser:

Diminuição na quantidade de urina;
Aumento de frequência em urinar à noite;
Sangue na urina;
Excesso de suor (rosto, mãos e pés);
Aumento da pressão arterial;
Inchaço nos olhos ou nas pernas.

Embora a pressão alta, ou hipertensão arterial, seja uma doença tratada pelo médico cardiologista inicialmente, ela é uma das principais causas de insuficiência renal e perda dos rins de pacientes no Brasil e no mundo. Então, é muito importante que pessoas com essa doença sejam avaliadas periodicamente pelo médico nefrologista. Apesar de ser assintomática na maioria das vezes, nos casos graves e de longa duração os sinais e sintomas da pressão alta podem ser:

Dor de cabeça;
Fadiga;
Náusea;
Vômito;
Falta de ar;
Inquietação.

Agendamento e locais de consultas de nefrologia no Grupo Leforte

O Grupo Leforte tem uma equipe de nefrologistas que atendem em diferentes unidades, em pontos estratégicos e de fácil acesso na Grande São Paulo.

Clínica e Diagnósticos Christóvão da Gama

Rua Guilherme Marconi, 440, Santo André
Call center: (11) 4993-3773

Clínica e Diagnósticos Leforte Morumbi

Rua dos Três Irmãos, 62
Call center: (11) 3345-2288

Clínica e Diagnósticos Leforte Liberdade

Rua da Glória, 676 – Liberdade
Call center: (11) 3345-2288

Kids Leforte Santo Amaro

Av. Washington Luís, 3085 – Santo Amaro
Call center: (11) 5521-3993

Hospital e Maternidade Christóvão da Gama

Av. Dr. Erasmo, 18 – Vila Assunção, Santo André – SP
Call center: (11) 4993-3773

Hospital Leforte Morumbi

Rua dos Três Irmãos, 121 – Morumbi – São Paulo (SP)
Call center: (11) 3345-2288

Hospital Leforte Liberdade

Rua Barão de Iguape, 209 – Liberdade – São Paulo - SP
Call center: (11) 3345-2288

Centros de referência para diagnóstico em nefrologia do Grupo Leforte

O Grupo Leforte está preparado para oferecer soluções de investigação e de monitoramento de doenças aos seus médicos e pacientes, possuindo certificações nacionais e internacionais, como a ONA e a canadense de excelência Qmentum International, nível diamante. As unidades do Centro de Diagnósticos contam com atendimento humanizado e parque tecnológico moderno, seguindo rigorosos controles de qualidade.

Para oferecer uma solução completa de diagnóstico, o Grupo Leforte é parceiro do Laboratório Delboni para exames de análises clínicas e do Laboratório Salomão Zoppi para exames de análises patológicas.

Newsletter

Cadastre seu e-mail e fique por dentro do que acontece no Leforte

Testemunhos

Gostaríamos de agradecer ao Dr Pierry Louys Batista, em nome de todos os pediatras, toda equipe assistencial, de atendimento, segurança, higiene e do laboratório Delboni, pois percebemos que houve a verdadeira hospitalidade que todos falam, mas poucos exercem: a de fora dos livros.

Gustavo Ambrósio Tenório

Equipe de enfermagem muito bem preparada, atenta e disponível para qualquer chamado. Muito educada e cordial também, por exemplo, sempre ao entrar no quarto os enfermeiros avisavam meu pai que a luz seria acesa, não acendendo diretamente na “cara” da pessoa, que estava despreparada.

Antônio Rafael de Carvalho
banner

Agende sua consulta agora