Quais são os malefícios do tabaco?

O Dia Mundial sem Tabaco acontece anualmente em 31 de maio para conscientizar a população sobre os malefícios do tabaco para a saúde. O tabagismo é reconhecido como uma doença crônica pela Organização Mundial de Saúde e está relacionado ao desenvolvimento de inúmeras doenças, entre elas, vários tipos de câncer. Para falar sobre o assunto, o Grupo Leforte convidou a oncologista clínica Dra. Fauzia Naime.

 

MALEFÍCIOS DO TABACO – quais doenças podem ser associadas diretamente com fumar tabaco?

DRA. FAUZIA NAIME – as pessoas que fumam estão expostas continuamente a mais de 4.700 substâncias nocivas, sendo que muitas são cancerígenas, a exemplo do benzopireno, de metais pesados e de substâncias radioativas. Mais de 50 doenças estão associadas ao tabagismo, como derrame cerebral, infarto do miocárdio, angina, enfisema pulmonar e vários tipos de câncer, tais como: câncer de cabeça e pescoço, de pulmão, de esôfago, de estômago, de pâncreas, de fígado, de bexiga, de cólon e reto e de colo do útero.

 

MALEFÍCIOS DO TABACO – qual o prognóstico de tratamento desses tipos de câncer associados ao tabagismo?

DRA. FAUZIA NAIME – o prognóstico vai depender da fase da doença. No câncer de pulmão, por exemplo, sabemos que a taxa de sobrevida de cinco anos se aproxima de 20% e pode chegar a 56% quando o diagnóstico é realizado nos estágios mais iniciais da doença, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer – Inca.

Contudo, o diagnóstico precoce acontece somente em 16% dos casos. Esse é um dos grandes desafios do câncer de pulmão, pois ele começa silencioso ou com sintomas que são pouco específicos. Porém, quanto mais precocemente for diagnosticada a doença, melhor é o prognóstico.

 

MALEFÍCIOS DO TABACO – quantas mortes por doenças associadas ao tabagismo acontecem por ano no mundo e no Brasil?

DRA. FAUZIA NAIME – de acordo com dados publicados pelo CDC (Centers for Disease Control and Prevention, agência dos Estados Unidos responsável pelo controle e prevenção de doenças), o uso do tabaco provoca mais de sete milhões de mortes por ano no mundo todo. A estimativa é que, se o padrão atual de consumo não mudar, mais de oito milhões de pessoas vão morrer por ano até 2030 devido às doenças relacionadas com o uso do tabaco.

Já no Brasil, 443 pessoas morrem a cada dia por causa de doenças relacionadas ao tabagismo, segundo o Inca. Só de câncer de pulmão, morrem 24.443 pessoas por ano no País devido ao uso do tabaco. Fora os casos de óbitos por outros problemas de saúde associados ao tabagismo, como doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), doenças cardíacas, pneumonia, acidente vascular cerebral (AVC) e outros tipos e câncer.

 

MALEFÍCIOS DO TABACO – quem não fuma, mas está exposto constantemente à fumaça de cigarro também corre o risco de desenvolver essas doenças?

DRA. FAUZIA NAIME – o fumante passivo também pode desenvolver câncer de pulmão em 25% dos casos, além de outras doenças, como bronquite crônica e enfisema pulmonar. É considerado fumante passivo quem não têm o hábito de fumar, mas convive com pessoa que fuma em ambientes fechados, seja em casa ou no trabalho, pois a exposição à fumaça é igualmente maléfica.

 

MALEFÍCIOS DO TABACO – o cigarro causa dependência química e/ou psicológica? Por que tantas pessoas relatam que não conseguem parar?

DRA. FAUZIA NAIME – o cigarro causa dependência química e psicológica. Por isso, o tabagismo é considerado uma doença neurocomportamental. Embora tudo comece com o desejo de abandonar o fumo, é importante procurar auxílio médico, pois apenas 6% dos fumantes que não procuram essa assistência conseguem abandonar o vício. O processo de tratamento pode associar medicamento e técnicas de mudança comportamental.

 

MALEFÍCIOS DO TABACO – existe algum tipo de tratamento medicamentoso e/ou terapia que ajude a parar de fumar?

DRA. FAUZIA NAIME – existem alguns medicamentos que ajudam a parar de fumar, como os que se ligam aos receptores de nicotina no cérebro, reduzindo o desejo intenso de fumar e os sintomas da abstinência e os usados em terapia de reposição de nicotina – a exemplo dos adesivos e gomas de mascar com a substância. Mas, as chances de sucesso aumentam quando a pessoa está motivada e tem acompanhamento para a mudança comportamental.

Também existem alimentos que podem auxiliar a controlar o vício, como cenoura, gengibre, brócolis, alho, semente de abóbora, laranja, arroz integral e aveia. Eles contêm nutrientes essenciais para o bom funcionamento do organismo, têm efeito antioxidante e ajudam a eliminar radicais livres que são provocados pelo tabaco.

Outra coisa muito importante é ingerir bastante água, pois isso é essencial pra eliminar as toxinas e ajuda a controlar a compulsão por doces que ocorre nessa fase. Além disso, como o fumante absorve 30% menos vitamina C, a reposição dessa vitamina pode ser feita consumindo muita laranja, acerola e abacaxi.

 

MALEFÍCIOS DO TABACO – existe uma quantidade de cigarros que seja seguro fumar?

DRA. FAUZIA NAIME – não existe uma quantidade segura de cigarros que se possa fumar por dia. Qualquer quantidade é prejudicial.

 

MALEFÍCIOS DO TABACO – quais os benefícios de parar de fumar?

DRA. FAUZIA NAIME – os benefícios de parar de fumar começam, normalmente, após cerca de meia hora depois de parar, com a normalização do número de batimentos cardíacos. Em três meses, aproximadamente, já diminui o risco de infarto e a função pulmonar também melhora. Em nove meses, a pessoa tem uma diminuição significativa da tosse e da falta de ar.

Depois de um ano, diminui mais da metade o risco de infarto. Em cinco anos sem fumar, o risco de derrame cerebral também diminui e, em 10 anos, o risco de desenvolver câncer de pulmão é metade do risco de alguém que nunca fumou. O mesmo vai ocorrer com outros tipos de câncer. E 15 anos depois de parar de fumar, o risco de doença coronariana volta ao mesmo nível de alguém que nunca fumou.

É importante ter consciência que o tabagismo é extremamente nocivo. A melhor forma de prevenir doenças graves e letais é evitar o consumo direto e indireto do tabaco. Os benefícios de parar de fumar em qualquer idade estão comprovados cientificamente!

 

A Dra. Fauzia Naime é oncologista clínica do Grupo Leforte e atende na unidade avançada Oncologia Leforte Higienópolis às terças, quintas e sextas-feiras e no Centro de Oncologia da Clínica e Diagnósticos Leforte Liberdade, às quintas-feiras.
Agendamento:
Oncologia Leforte Higienópolis: (11) 3797-3000
Clínica e Diagnósticos Leforte Liberdade: (11) 3345-2288

 

 

Agende consulta com um oncologista

 

Conteúdos relacionados no site do Grupo Leforte

Este conteúdo é meramente informativo e educativo, sendo destinado para o público em geral. Ele não substitui a consulta e o aconselhamento com o médico e não deve ser utilizado para autodiagnóstico ou automedicação. Se você tiver algum problema de saúde ou dúvidas a respeito, consulte um médico. Somente ele está habilitado fazer o diagnóstico, a prescrever o tratamento mais adequado para cada caso e acompanhar a evolução do quadro de saúde do paciente.
Testemunhos

Gostaríamos de agradecer ao Dr Pierry Louys Batista, em nome de todos os pediatras, toda equipe assistencial, de atendimento, segurança, higiene e do laboratório Delboni, pois percebemos que houve a verdadeira hospitalidade que todos falam, mas poucos exercem: a de fora dos livros.

Gustavo Ambrósio Tenório

Equipe de enfermagem muito bem preparada, atenta e disponível para qualquer chamado. Muito educada e cordial também, por exemplo, sempre ao entrar no quarto os enfermeiros avisavam meu pai que a luz seria acesa, não acendendo diretamente na “cara” da pessoa, que estava despreparada.

Antônio Rafael de Carvalho
banner